6 MODELOS DE INTRODUÇÃO PARA UTILIZAR EM SUA REDAÇÃO


6 MODELOS DE INTRODUÇÃO PARA UTILIZAR EM SUA REDAÇÃO

Há inúmeras formas de iniciar o texto, e cabe a você, portanto, escolher a mais adequada ao seu estilo de escrita e argumentação. Observe, a seguir, alguns tipos de introdução e suas especificidades:

CITAÇÃO – VOCÊ PODE INICIAR O TEXTO COM UMA CITAÇÃO RELEVANTE RELACIONADA AO TEMA.

Exemplo:

O educador e filósofo brasileiro Paulo Freire afirmava que “se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”. Analisando o pensamento e relacionando-o à realidade da educação no Brasil, percebe-se a necessidade de um olhar mais atento para o aprimoramento do sistema de ensino, considerando sua importância para a promoção de uma sociedade mais crítica e reflexiva, que, por consequência, tende a ser mais justa, igualitária e humanizada. (Tema: Desafios da educação no Brasil do século XXI)

DEFINIÇÃO – ESTA É UMA FORMA SIMPLES E INTERESSANTE DE INICIAR O TEXTO: DEFININDO, OU SEJA, EXPLICANDO O ASSUNTO.

Exemplo:

Define-se como sedentário o indivíduo que não pratica atividades físicas no seu cotidiano. Doenças como obesidade, diabetes, aumento do colesterol e problemas cardíacos são algumas das que podem aparecer como consequência deste mau hábito. (…) (Tema: Sedentarismo: o grande mal do século?)

EXEMPLIFICAÇÃO – NESTE CASO, VOCÊ INICIA O TEXTO COM ALGUM DADO ESTATÍSTICO, UMA NOTÍCIA, LEI OU CONHECIMENTO DE MUNDO QUE DIZ RESPEITO AO TEMA.

Exemplo:

Segundo a Constituição Federal de 1988, no seu artigo 196, é dever do Estado garantir o acesso à saúde, bem como é responsável pelas medidas públicas para zelar pelo bem-estar físico de todos os cidadãos brasileiros. Assim, faz-se necessário que o Poder Público atente-se para o sedentarismo enquanto situação que põe em risco a saúde de milhares de cidadãos do país. (Tema: Sedentarismo: o grande mal do século?)

ALUSÃO HISTÓRICA – NESTE MODELO DE INTRODUÇÃO, VOCÊ APRESENTA UM FATO HISTÓRICO QUE REMETE AO TEMA E COMPARA-O À DISCUSSÃO NA ATUALIDADE. O ENEM COBRA DO ALUNO A CAPACIDADE DE DEMONSTRAR CONHECIMENTOS DE MUNDO E UM BOM REPERTÓRIO SOCIOCULTURAL, FAZENDO DESTA ALTERNATIVA UMA BOA FORMA DE DAR CREDIBILIDADE À SUA ARGUMENTAÇÃO.

Exemplo:

A intolerância religiosa é um problema recorrente na história da humanidade. Na Idade Média, por exemplo, os Tribunais do Santo Ofício – também chamados de Inquisição – julgavam e condenavam as pessoas que não acreditavam na religião católica. Apesar de o Brasil ser um país laico, tem-se, atualmente, um contexto análogo a essa situação: ainda persistem os casos de discriminação e preconceitos sofridos por algumas religiões. Sendo assim, encontrar caminhos para combater a intolerância religiosa, no Brasil, é um desafio que precisa ser enfrentado pela sociedade civil e pelo Estado. (Tema: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil)

AFIRMATIVA – NESTE CASO, VOCÊ FAZ UMA ESPÉCIE DE DECLARAÇÃO SOBRE O ASSUNTO LOGO NO INÍCIO, COM UMA FRASE DE IMPACTO, MAS QUE NÃO SEJA EXAGERADA. O OBJETIVO É CHAMAR A ATENÇÃO DO LEITOR, POR EXEMPLO, COM UMA AFIRMAÇÃO CRÍTICA.

Exemplo:

O Brasil é uma nação historicamente machista e violenta, o que é perceptível ao analisarmos a persistência das agressões contra as mulheres mesmo depois das recentes medidas legais. (…) (Tema: A persistência da violência contra a mulher)

COMPARATIVA – NESTE MODELO DE INTRODUÇÃO, VOCÊ PODE COMPARAR O TEMA COM ALGO SEMELHANTE OU OPOSTO AO QUE SE DISCUTE.

Exemplo:

Os Estados Unidos, referência em desenvolvimento tecnológico, são um bom exemplo de que a educação de qualidade e com a valorização adequada gera bons frutos. Em contrapartida, no Brasil a realidade tem sido bem distinta. O baixo piso salarial dos professores explicita essa falta de reconhecimento aos profissionais da educação. Tal desvalorização é fruto de baixos investimentos governamentais, aliado ao passado histórico brasileiro. (Tema: O histórico desafio de valorizar o professor)

Fonte: imaginie.com